Anúncio

Time de Guarapari mobiliza comunidade e constrói área de convivência no Adalberto

Por Sara de Oliveira

Publicado em 7 de outubro de 2019 às 19:00
Atualizado em 7 de outubro de 2019 às 19:00
Anúncio

A área de lazer, construída em um ano e dois meses, foi feita com recursos doados por colaboradores e com a mão de obra de jogadores e moradores.

A inauguração foi realizada nesse domingo (06). Fotos: Sidnei Trancoso.

O time de futebol Cascalho, do Adalberto Simão Nader, decidiu dar exemplo fora dos campos também.  A equipe construiu uma área de convivência para a comunidade local com a ajuda de colaboradores e moradores. O espaço, inaugurado nesse domingo (06), foi finalizado em um ano e dois meses.

A área será disponibilizada para eventos e comemorações da comunidade. José Ídio de Matos, presidente do Cascalho Futebol Clube, disse que os moradores esperavam que o poder público construísse a área de convivência, mas como não conseguiram, decidiram se mobilizar. “Nós nos unimos e conseguimos fazer tudo com a ajuda de parceiros que doaram os materiais e a comunidade com a mão de obra”.

 

José Raimundo Dantas marcou presença na inauguração e fez questão de parabenizar o trabalho feito pela comunidade. “Eu acho muito legal, porque isso não tem dinheiro do poder público. Quando a sociedade se organiza as coisas funcionam bem melhor. Enquanto eles continuarem com essa transparência, pode ter certeza que sempre terão a minha parceria”.

A professora aposentada Regina Célia Pereira dos Santos mora no Adalberto há 33 anos e relata que sempre incentivou a construção de uma área de vivência no bairro. “Sempre que tinha um jogo eles ficavam procurando um lugar pra fazer a comemoração. Então, é importante que exista um espaço que seja integrado para toda a comunidade”.

Solidariedade

De colaboração o Cascalho Futebol Clube entende. Durante o mês, a equipe arrecada alimentos para montar cestas básicas, que são doadas para pessoas que precisam. Genival Santana, vice-presidente do time, informou que a expectativa é que 55 cestas sejam doadas neste ano. “Uma vez, no campo, decidimos ajudar o pessoal. Fizemos o regulamento e o jogador que é expulso tem que trazer uma lata de leite ninho. Se não vier no jogo, tem que dar 1kg de alimento”, explicou.

O empresário José de Sá parabenizou a atitude do time e dos moradores. “A gente fica feliz de ver a comunidade de bem. Esse time está crescendo e desenvolvendo projetos para ajudar as famílias necessitadas. Qualquer um os ajudaria porque é uma coisa maravilhosa o que eles estão fazendo. O Cascalho é uma verdadeira família”, declarou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio
Anúncio

Veja também

nesio

Covid-19: Secretário diz que número de casos deve aumentar nos próximos dias, mas não é ‘nova onda’

Nésio Fernandes explicou os fatores que vão influenciar no aumento de casos

drogas GRI

Operação conjunta prende suspeito de tráfico de drogas em Guarapari e Vila Velha

Anúncio
Anúncio
processo-seletivo

Seger abre processo seletivo para cargo com remuneração de R$ 4,5 mil

Foto: Reprodução

Covid-19: Mais 49 pacientes infectados em Guarapari

Ao todo, o município registra 3.281 casos da doença; Destes, 2.945 estão curados

Anúncio
arvore1

Dia da árvore: Guarapari e Anchieta promovem ação conjunta de plantio de espécies nativas

Essa ação é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, de Guarapari, e Secretaria de Meio Ambiente, de Anchieta

Imagem 04 (1)

PM apreende armas, munição e drogas durante fim de semana em Guarapari

Uma das apreensões ocorreu no bairro Bela Vista, nas proximidades de um baile funk denominado “Baile da Baixada”

Anúncio