Anúncio

Time de Guarapari mobiliza comunidade e constrói área de convivência no Adalberto

Por Sara de Oliveira

Publicado em 7 de outubro de 2019 às 19:00

Anúncio

A área de lazer, construída em um ano e dois meses, foi feita com recursos doados por colaboradores e com a mão de obra de jogadores e moradores.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 16.01.23 - Time de Guarapari mobiliza comunidade e constrói área de convivência no Adalberto

A inauguração foi realizada nesse domingo (06). Fotos: Sidnei Trancoso.

O time de futebol Cascalho, do Adalberto Simão Nader, decidiu dar exemplo fora dos campos também.  A equipe construiu uma área de convivência para a comunidade local com a ajuda de colaboradores e moradores. O espaço, inaugurado nesse domingo (06), foi finalizado em um ano e dois meses.

A área será disponibilizada para eventos e comemorações da comunidade. José Ídio de Matos, presidente do Cascalho Futebol Clube, disse que os moradores esperavam que o poder público construísse a área de convivência, mas como não conseguiram, decidiram se mobilizar. “Nós nos unimos e conseguimos fazer tudo com a ajuda de parceiros que doaram os materiais e a comunidade com a mão de obra”.

 

José Raimundo Dantas marcou presença na inauguração e fez questão de parabenizar o trabalho feito pela comunidade. “Eu acho muito legal, porque isso não tem dinheiro do poder público. Quando a sociedade se organiza as coisas funcionam bem melhor. Enquanto eles continuarem com essa transparência, pode ter certeza que sempre terão a minha parceria”.

WhatsApp Image 2019 10 07 at 16.01.26 - Time de Guarapari mobiliza comunidade e constrói área de convivência no Adalberto

A professora aposentada Regina Célia Pereira dos Santos mora no Adalberto há 33 anos e relata que sempre incentivou a construção de uma área de vivência no bairro. “Sempre que tinha um jogo eles ficavam procurando um lugar pra fazer a comemoração. Então, é importante que exista um espaço que seja integrado para toda a comunidade”.

Solidariedade

De colaboração o Cascalho Futebol Clube entende. Durante o mês, a equipe arrecada alimentos para montar cestas básicas, que são doadas para pessoas que precisam. Genival Santana, vice-presidente do time, informou que a expectativa é que 55 cestas sejam doadas neste ano. “Uma vez, no campo, decidimos ajudar o pessoal. Fizemos o regulamento e o jogador que é expulso tem que trazer uma lata de leite ninho. Se não vier no jogo, tem que dar 1kg de alimento”, explicou.

O empresário José de Sá parabenizou a atitude do time e dos moradores. “A gente fica feliz de ver a comunidade de bem. Esse time está crescendo e desenvolvendo projetos para ajudar as famílias necessitadas. Qualquer um os ajudaria porque é uma coisa maravilhosa o que eles estão fazendo. O Cascalho é uma verdadeira família”, declarou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

casa-sinestescia-2024

Casa Sinestésica oferece Oficina de Desenho gratuita nesta quarta (17) em Guarapari

Com o tema Autorretrato, atividade tem vagas limitadas

IMG_9800-1

Terra dos Dinos: Guarapari deve ganhar filial do ‘Jurassic Park brasileiro’ em 2025

Parque temático, no RJ, possui diversas atrações e 40 modelos de dinossauros em tamanho real

Anúncio

Anúncio

20240701_160006

Fios acumulados e pendurados em postes preocupam moradores de Guarapari

Moradores flagraram casos em duas avenidas movimentadas da Praia do Morro

lei-seca_forca-pela-vida-7-1

Blitz Lei Seca flagra 131 motoristas alcoolizados em todo Estado no fim de semana

Ação faz parte do programa “Força pela Vida”, integrando diversos órgãos

Anúncio

Wendel Lima

Wendel Lima oficializa desistência da pré-candidatura à Prefeitura de Guarapari

Parlamentar vai tentar novo mandato como vereador

20240712_121249983_iOS

Com novas peças, ‘Brechó dos Apaexonados’ é reinaugurado pela Apae Guarapari

Espaço é importante fonte de recursos para a instituição

Anúncio