Anúncio

Vereadores “novatos” formam chapa para diretoria da Câmara

Por Livia Rangel

Publicado em 14 de dezembro de 2012 às 00:00

Anúncio

reunii vereadores - Vereadores “novatos” formam chapa para diretoria da Câmara

Um grupo de 10 vereadores eleitos para a próxima legislatura em Guarapari promoveu um encontro no dia 14 de dezembro para anunciar a formação de uma chapa para concorrer à mesa diretora da Câmara para o ano que vem.

Chamada “Guarapari Verdade”, a chapa conta com Wanderlei Astori (PDT) na presidência, presidente; Jorge Ramos (PPS), como 1º vice-presidente; Aratu (PV) 2º vice; Lincoln (PTN) como 1º secretário; e Fernanda Mazzelli (PSD), 2ª secretária. Além disso, outros cinco vereadores se comprometeram a votar na chapa: Dito Xaréu (PTB), Ronaldo Tainha (PRB), Oziel (PPS) e mais dois que não puderam participar da reunião e por isso não tiveram seus nomes divulgados.

 “Essa chapa foi formada a partir de um consenso entre nós vereadores “novatos”, isso é que não foram reeleitos, onde na nossa primeira reunião decidimos que o candidato à presidência deveria ser um de nós e que tivesse alguma experiência na vida pública”, disse Oziel.

Astori, porém, não é o que se poderia se dizer de “novato”, já que foi vereador por dois mandatos: de 2001 a 2004 e de 2005 a 2008. “Temos a destacar que desde 1998, esta será a primeira mesa diretora a contar com 100% de renovação em sua composição”, completou o vereador do PPS.

Segundo os vereadores, a formação e divulgação precoce da chapa veio a partir de uma orientação do promotor eleitoral, Marco Antônio Nogueira, que disse que como grupo já estabelecido, eles teriam mais facilidade de acesso às informações necessárias para o período de transição na prefeitura.

“Até o momento, ainda não conseguimos conversar com o prefeito, apesar de várias tentativas. Por outro lado, já conversamos com o governador Casagrande, que manifestou seu apoio à Câmara e afirmou que no dia 1º de janeiro enviará uma equipe técnica para auxiliar o prefeito interino no comando da cidade nesse período tão complicado”, afirmou Lincoln.

Com isso, no dia 1º de janeiro, quem provavelmente assumirá a prefeitura de Guarapari em caráter interino será Wanderlei Astori, já que o grupo contabiliza votos mais do que suficientes para que a chapa seja eleita, e Jorge Ramos será o presidente da Câmara. Sobre a oportunidade de ser prefeito de Guarapari por um período de aproximadamente 40 dias – as eleições suplementares já foram marcadas para o dia 3 de janeiro – Astori diz que a expectativa é muito grande. “Vamos trabalhar com o apoio do governo estadual para que esse período de transição seja o mais tranquilo possível para Guarapari e esperamos contar com o apoio dos outros cinco vereadores nessa tarefa”, afirmou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

rotativo_cmg-gri-2021-05-21

Prefeitura de Guarapari decreta rescisão do contrato com concessionária de estacionamento rotativo

Decisão foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial do município

Captura-de-tela-2024-07-11-164256

Justiça do Trabalho determina fim da greve na construção civil em Guarapari

Decisão judicial ordena retorno imediato dos trabalhadores e impõe multa ao sindicato em caso de descumprimento

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-07-18-at-16.31.41

Escritora de Guarapari leva seu livro infantil para as telas com primeiro curta-metragem

Filme foi lançado no início deste mês no Cine Ritz

WhatsApp-Image-2024-07-18-at-14.56.06

Cruzamentos da Praia do Morro já registraram mais de 30 acidentes de trânsito neste ano

Número equivale à metade das colisões no bairro

Anúncio

Forro-Bobo-2023-13

Balneário de Iriri, em Anchieta, recebe 16ª edição do Forró Bobó neste fim de semana; confira a programação

De 19 a 21 de julho, evento vai reunir música e gastronomia

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Anúncio