Anúncio

Vereadores rejeitam proposta de reajuste da Prefeitura e servidores continuam a greve

Por Gabriely Santana

Publicado em 9 de junho de 2015 às 21:36
Atualizado em 9 de junho de 2015 às 21:47

Anúncio

DSC_0903

Manifestantes fecharam a rua e também “invadiram” o plenário da Câmara Municipal. foto: Glenda Machado

Dezenas de funcionários públicos municipais em greve ocuparam o plenário da Câmara Municipal de Guarapari na tarde desta terça-feira (9). Os servidores protestam contra o reajuste de apenas 4% proposto pela Prefeitura para as categorias que estão paralisadas desde ontem. Na sessão desta terça-feira os vereadores votariam o projeto enviado pelo prefeito. Os servidores cobram um aumento de 8,44%.

Se por um lado o executivo não atendeu as manifestações, a câmara de vereadores desta vez não aprovou o reajuste proposto pela prefeitura do município. A pauta entrou em votação por regime de urgência e após o parecer das comissões entrou em votação. Todos os vereadores foram contrários ao projeto. Isto significa que a greve continuará até que o Prefeito entre em acordo com o movimento.

DSC_0853

Manifestantes interditaram a rua nesta terça-feira (09). Foto: Glenda Machado

 

A rua ficou completamente lotada enquanto os servidores aguardavam o resultado da votação que acontecia no plenário. Os manifestantes gritavam e até mesmo cantaram o hino nacional para chamar atenção de quem passava pelo local.  Ao fim da sessão todos comemoraram o resultado mas deixaram claro que a luta continua.

DSC_0861

Palavras de ordem e cartazes pedindo respeito ao servidor também marcaram o ato. Foto: Glenda Machado

“A greve vai continuar. Agradecemos todos os vereadores que votaram contra o projeto. O sindicato vai reunir todos os servidores e definir quais são os próximos passos no movimento” diz a Presidente do Sindicato dos Servidores de Guarapari (Sintrag), Rosemary Abud. O sindicato também informou que está previsto um ato com os trabalhadores, amanhã às 13h em frente à Prefeitura, onde serão realizadas diversas manifestações.

Entenda o caso

A greve dos trabalhadores foi aprovada após assembleia na última segunda-feira (02). Na ocasião, os funcionários prometeram diversos atos até que as manifestações da categoria sejam atendidas. “Queremos a reposição [da inflação] do ano passado, que essa administração não deu para a categoria, mais o período desse ano. No momento a proposta da prefeitura está aquém da nossa expectativa”, afirmou a diretora do sindicato Rose Abud.

Legalidade do movimento grevista. 
A Prefeitura, através da sua Procuradoria, está analisando se o movimento grevista está agindo dentro das exigências da lei, que é de respeitar o princípio da continuidade dos serviços públicos, deixando em funcionamento 30% (trinta por cento) dos serviços, principalmente, sem interrupção nos setores essenciais do atendimento das necessidades inadiáveis de nossos cidadãos.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacina-covid-butantan-dose-imunizante-governo-do-es-2021-10-09

Dezembro começa com duas ações da vacinação contra Covid-19 em Guarapari

Primeira semana do mês tem duas ações sem agendamento para aplicação de segunda e terceira dose da vacina

quiosque praia do morro11

Guarapari abre licitação para manutenção dos quiosques recém-reformados na Praia do Morro

Os serviços custarão mais de R$ 450 mil

Anúncio

Anúncio

rematricula

Termina amanhã (30) o período para rematrícula na Rede Estadual de Ensino do ES

onibus_lorenzutti_guarapari

Duas linhas de ônibus que atendem a zona rural de Guarapari terão alteração de itinerários

Anúncio

Breno natação11

Nadador de Guarapari conquista quatro ouros e uma prata nas Paralimpíadas Escolares 2021

rifa-beneficente-pedrovidal1

Adolescente de Guarapari com cirurgia em atraso recebe apoio e novo prêmio para rifa

Anúncio