Anúncio

Veterinário de Guarapari fala sobre cuidados com os pets no verão

O calor exige algumas adaptações para manter a qualidade de vida dos animais

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 25 de dezembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 26 de dezembro de 2020 às 12:36

Anúncio

O comportamento do cachorro pode indicar desconforto. Fotos: Alice Mourão

A época do ano mais esperada pelos seres humanos nem sempre é tão bem-vinda para os animais, especialmente os cães. No verão, as altas temperaturas podem incomodar e contribuir com doenças; é responsabilidade dos donos amenizar.

Quando o pet está com calor, ele dá alguns sinais. Boca aberta o tempo todo, respiração ofegante e dificuldade para caminhar são comuns nessa época. Para evitar esses sintomas nos animais de estimação, é preciso adotar alguns cuidados. “Os cães não transpiram, precisam eliminar calor pela respiração, por tanto, com o ar ambiente muito quente, eles têm dificuldade em dissipar o calor; além disso, o chão muito quente pode acarretar queimaduras nas patas. Os cuidados básicos seriam, em hipótese alguma sair para passear nos horários mais quentes, de preferência deixar os passeios para noite”, ressaltou o veterinário Renato Marcondes.

Segundo ele, raças braquicefálicas como pug, bulldog francês, bulldog inglês e boston são as que correm risco maior. “São animais que possuem maior dificuldade para trocar calor e, por isso, são mais propensos a ter desidratação. Manter o animal em locais frescos, às vezes, sendo necessário até o uso do ar condicionado”.

O especialista lembra que cães e gatos fazem a troca de calor pelas extremidades, como boca e língua. “É preciso prestar atenção se o animal está com falta de ar, cianótico – mucosas e língua roxas”, orientou.

Veterinário sugere passeios a noite.

Doenças

Além da temperatura elevada, os donos devem ter cuidado para que os pets não sejam vítimas das doenças virais como parvovirose, que aumenta significativamente no verão. “Os vírus e as bactérias que causam as doenças de gastroenterite são mais facilmente disseminados no período de calor, e a facilidade e rapidez com que o animal se desidrata nesse período intensifica o problema”, destaca a especialista.

Renato ressalta que os cuidados preventivos podem ajudar. “Colocar as vacinas em dia principalmente, para prevenir as infecções gastrointestinais mais agudas”.

*Texto: Alice Mourão para o site da Revista Sou

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

MAPA_60_L1

Governo apresenta 60° Mapa de Risco com Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco moderado

transparencia-fiscalizacao-corrupcao-lupa

Espírito Santo é o Estado mais transparente nos dados da vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

obras Camurugi

Moradores de Guarapari aguardam obras em rua do Camurugi contemplada em 2020

Até o momento, o serviço de dragagem da vala foi realizado; a promessa da prefeitura é que a obra de drenagem e pavimentação fique pronta até o fim do ano

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

Anúncio

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

Anúncio