Anúncio

Chamoun é o nome de consenso

Por Livia Rangel

Publicado em 31 de janeiro de 2011 às 00:00

Anúncio

Mais uma vez, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) elege seu presidente através do consenso. Desta vez, o nome escolhido foi o do deputado Estadual Rodrigo Chamoun (PSB). O parlamentar trabalhou durante todo janeiro nos bastidores para viabilizar a sua candidatura. Rodrigo só anunciou a pré-candidatura quando obteve o apoio de Theodorico Ferraço (DEM), que também almejava o maior cargo da Casa.

Após ter o nome enfraquecido, Ferraço iniciou uma campanha pelo nome de Chamoun e garantiu o voto dos cinco deputados de seu partido. A partir desse momento, Rodrigo começou a conquistar outras bancadas, por meio de negociações de espaços na Mesa Diretora e nas 14 comissões da Assembleia. Sérgio Borges (PMDB), que era o único candidato declarado, viu seu nome perder força e, pelo consenso, desistiu da disputa.

Apesar da relutância de Borges em abandonar a eleição, Chamoun acredita que não houve racha. “As conversas foram no campo partidário, na direção do consenso. Os deputados não queriam um racha. Minha estratégia foi o diálogo para desfazer divergências. É emblemático que meus dois primeiros apoios tenham partido do DEM e do PT”, afirma o parlamentar, que garantiu o apoio dos 30 deputados da Casa.

Mesmo tendo conseguido viabilizar seu nome por meio das negociações pelos cargos na Mesa Diretora e das comissões, Rodrigo ainda não divulgou o nome de todos os escolhidos. Contudo, até o fim do dia de hoje (31) tudo deve ser resolvido e os novos secretários e vice-presidente devem ser anunciados. A eleição acontece amanhã (1°), às 15h, quando Chamoun deve ser confirmado como novo presidente.

Rodrigo tem como bandeiras a governabilidade e a manutenção da estabilidade política. Chamoun garante que realizará, no prazo estipulado pela lei, os concursos previstos na reforma administrativa que foi aprovada em dezembro. Sua proposta cita ainda a redução de cargos comissionados até o fim de junho e nomeação dos aprovados no mesmo período. O edital do concurso deve ser divulgado até 31 de março.

Atual vice-presidente da Casa, Rodrigo afirma que trabalhou pelo projeto da reforma e se comprometeu com o aperfeiçoamento institucional do Legislativo. Disse também que focará na profissionalização de setores, na capacitação continuada dos servidores e na melhoria dos mecanismos de transparência e controle. Assim como na harmonia com o governo. “Casagrande consolida avanços com inovação. Daremos estabilidade a isso”, conta.

Em uma entrevista concedida para uma rádio nesta manhã, o deputado explica que em sua opinião três pilares foram responsáveis por seu nome ser consenso na Assembleia. “Para mim, três fatores foram determinantes. O trabalho realizado, os resultados obtidos e a retidão em minhas atitudes enquanto parlamentar. Sempre busquei fazer as coisas de forma transparente e correta”, finalizou.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

rotativo_cmg-gri-2021-05-21

Prefeitura de Guarapari decreta rescisão do contrato com concessionária de estacionamento rotativo

Decisão foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial do município

Captura-de-tela-2024-07-11-164256

Justiça do Trabalho determina fim da greve na construção civil em Guarapari

Decisão judicial ordena retorno imediato dos trabalhadores e impõe multa ao sindicato em caso de descumprimento

Anúncio

Anúncio

WhatsApp-Image-2024-07-18-at-16.31.41

Escritora de Guarapari leva seu livro infantil para as telas com primeiro curta-metragem

Filme foi lançado no início deste mês no Cine Ritz

WhatsApp-Image-2024-07-18-at-14.56.06

Cruzamentos da Praia do Morro já registraram mais de 30 acidentes de trânsito neste ano

Número equivale à metade das colisões no bairro

Anúncio

Forro-Bobo-2023-13

Balneário de Iriri, em Anchieta, recebe 16ª edição do Forró Bobó neste fim de semana; confira a programação

De 19 a 21 de julho, evento vai reunir música e gastronomia

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Governo do Estado declara Estado de Atenção para situação hídrica no ES

Medida foi tomada devido à falta de chuvas e estiagem nos últimos meses

Anúncio