Anúncio

Pastor Raphael Abdalla escreve para o folhaonline.es aos domingos passando mensagens de fé e esperança aos leitores.

Coluna Palavra de Fé: As três fases da Páscoa 

Por Raphael Abdalla

Publicado em 31 de março de 2024 às 11:00
Atualizado em 31 de março de 2024 às 11:00

Anúncio

pela fe - Coluna Palavra de Fé: As três fases da Páscoa 
Foto: reprodução.

I. Crucificação 

Foi uma sexta-feira de muitas dores. Estava ali um homem inocente, reto em todos os seus caminhos, sem jamais ter pecado contra o Pai ou transgredido em desfavor dos homens. 

A humilhação teve um percurso. A via foi dolorosa, o escárnio sem medida. Incrível como em tão pouco tempo as hosanas passaram a ecoar na forma de “crucifica-o”. O Bendito caminhou rumo à maldita.

Aquela cruz pesava demais, não apenas pelo peso do corpo santo que nela foi pregado, mas sobretudo pelas incalculáveis toneladas dos nossos pecados. O cálice da ira de Deus não foi afastado. 

Cada gota foi bebida. Aquele que esvaziou a taça não foi o que a encheu. A cruz era nossa. Nós somos os transgressores. Além da dor física própria da coroa de espinhos, do lado traspassado, dos cravos nas mãos… a dor do abandono, do cuspe, da solidão.

Depois da indizível agonia, “está consumado” ecoou em todos os Universos possíveis e ainda não descobertos. Nas regiões criadas e no Céu dos céus fez-se ouvir que o preço estava pago. Para não nos sacrificar, sacrificou-Se.

Não existe história de amor mais bela. Com toda convicção que há em mim, creio nessa Verdade das verdades. Hoje é tempo de lembrar que todo sofrimento daquela sexta-feira foi por amor. A expressão “morrer de amor” só pode se aplicar a Ele, ninguém mais.

Que seja essa uma sexta de reflexão para todos nós, alvos desse grandioso ato de redenção.

II. Silêncio

O Sinédrio, a reprovável postura de Caifás, a obscura influência de Anás, a covardia de Pilatos, a arrogância de Herodes Antipas e a cruel cegueira do Império perdem seu protagonismo quando amanhece o sábado. 

O silêncio é ensurdecedor. Os principais fariseus e os sacerdotes providenciam guardas para o túmulo e selagem para a pedra. Um sábado inteiro emudecido pela ausência do Cordeiro de Deus entre os homens. 

Após a sexta em que se viu a carranca da morte e antes do surpreendente domingo, o sábado do meio nos convida a reflexão. Trata-se de um chamado voluntário ao silêncio da alma para refletir o tamanho do sacrifício. 

Não há ruído, alarido, assuada, azáfama… barulho. Eis o solene e silencioso sábado que antecede a mudança do mundo de uma vez por todas.

“Silêncio, a Trindade está trabalhando.”

III. Ressurreição 

José de Arimateia foi muito generoso ao doar um túmulo nunca usado para Jesus ser dignamente sepultado. É simbólico, ilustra a tradição, que o Salvador veio ao mundo em um ventre virgem e foi colocado em túmulo “virgem”. 

Porém, o que seria uma doação tornou-se um empréstimo. Jesus devolveu o túmulo vazio três dias depois! “Da sepultura saiu, com triunfo e glória ressurgiu.”

O domingo chegou. A esperança raiou. A morte foi derrotada. Os grilhões perderam sua eficácia. As hostes do inferno tiveram a festa encerrada. O cetro da autoridade está nas mãos ressurretas. 

Sim! A ressurreição de Jesus é âncora da nossa fé. É o ápice da mais linda e verdadeira história de amor do mundo. É o apogeu do divino. É o cumprimento da promessa. É o que nos faz levantar com convicção de que tudo coopera para o bem. As santas mãos dirigem nosso destino, acaso para nós não haverá. 

Que o Universo ouça: por mais maravilhoso que este domingo seja, ele não é o final da história. Quem tem ouvidos, ouça: o Rei está voltando, aleluia, Ele vem nos buscar. 

Raphael Abdalla é pastor titular da Primeira Igreja Batista em Guarapari e presidente da Convenção Batista do Espírito Santo. Possui formação em Direito, Teologia e MBA em Liderança. Idealizador do projeto Redes de Voluntários. Casado com Ana Paula Abdalla.

Mais de Raphael Abdalla

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Sonhos não envelhecem

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Os corvos

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Elias, o homem

Woman hands praying for blessing from god on sunset background

Coluna Palavra de Fé: Prato novo e Sal

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

manguezal-muquiçaba

Mutirão de limpeza do manguezal de Guarapari acontece nesta quinta (30)

Ação vai contar com apoio de embarcações

ubu cerveja

Cerveja, música e gastronomia: 5º Ublues Beer Fest movimenta feriado em Anchieta

Balneário de Ubu vai receber diversas atrações entre os dias 30 de maio e 01 de junho

Anúncio

Anúncio

rizzo-parking-estacionamento-rotativo-guarapari

Prefeitura notifica empresa para rescisão do contrato do estacionamento rotativo em Guarapari

A Rizzo Parking tem cinco dias úteis após o recebimento da notificação para eventual manifestação

chuva-e-frio-2021-08-05

Chegada de frente fria pode trazer ventos fortes para o litoral do ES, alerta Marinha

Final do mês deve ter temperaturas amenas em Guarapari

Anúncio

joaquim-da-silva-lima-17fev

Ruas do Centro de Guarapari serão interditadas para celebrações de Corpus Christi

Confecção de tapetes e procissão fazem parte da tradição religiosa

eletricista-predial-residencial

Projeto de qualificação profissional no setor da construção civil oferta 180 vagas gratuitas em Guarapari

Pelo segundo ano a união do Sindicig com a igreja Coroado oportuniza vagas nesta área

Anúncio