Anúncio

OAB/ES entra na justiça e pede anulação de multas em Guarapari

A Ação Civil Pública pede nulidade de autos de infração aplicado a partir de 2019

Por Aline Couto

Publicado em 7 de março de 2024 às 10:56

Anúncio

Comissao OAB - OAB/ES entra na justiça e pede anulação de multas em Guarapari
Além da Drª. Mônica, também são advogados da comissão: Dr. Charles Sant’Ana Alves e Dr. Júlio César Carminati Simões (esquerda). Foto: divulgação.

A Ordem dos Advogados do Brasil no Espírito Santo – OAB/ES ingressou com uma Ação Civil Pública pedindo a nulidade de todos os autos de infração a partir de 2019 realizados por servidores públicos do município de Guarapari e dano moral coletivo.

“Comprometidos com a defesa inabalável dos princípios constitucionais e da ordem jurídica do Estado Democrático de Direito, a OAB/ES, em cumprimento aos seus deveres e finalidades institucionais, ingressou com a referida Ação Civil Pública com vistas à decretação de nulidade de todos os autos de infração lavrados por servidores públicos do município de Guarapari após a data de 10 de julho de 2019, ou seja, pós-revogação da Lei Municipal n.º 3.902/2015, norma esta que esvaziou substancialmente as atribuições dos agentes de trânsito, as restringindo à fiscalização do transporte público municipal e do transporte privado de passageiros por táxi. Destaco, ainda, a primordial contribuição da Comissão Especial de Estudos Técnicos sobre a Municipalização do Trânsito de Guarapari, constituída pela 4ª Subseção da OAB/ES, cujos trabalhos foram essenciais à formulação dos fundamentos jurídicos que embasaram nossa iniciativa. Deste modo, a OAB/ES reafirma seu compromisso com a legalidade, a ética e a justiça, não medindo esforços para promover uma sociedade mais justa e igualitária”, relatou Dra. Mônica Silva Ferreira Goulart, presidente da 4ª Subseção de Guarapari da OAB/ES.

Entenda

Em outubro de 2023, a 4ª Subseção de Guarapari criou uma comissão para realizar estudos a respeito do sistema de estacionamento rotativo e sobre a municipalização do trânsito na cidade.

Na ocasião, Dra. Mônica explicou que a Comissão Especial de Estudos Técnicos sobre a Municipalização do Trânsito de Guarapari foi criada devido a eventos de conhecimento público relacionados à municipalização do trânsito, bem como da questionável administração do estacionamento rotativo da cidade. “O objetivo é promover a elaboração de estudos técnicos a respeito da matéria e buscar soluções efetivas para as inconsistências apontadas pela população”.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Anúncio

Anúncio

Veja também

Crescer Com Viver1

ONG Crescer com Viver prepara mais uma edição do ‘Sertanejo Solidário’ em maio

Noite será de muita diversão, comida gostosa e solidariedade

20240418_162847

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Assinatura da parceria aconteceu na quinta (18), no Palácio Anchieta

Anúncio

Anúncio

Pastor Raphael

Coluna Palavra de Fé: Parte do remanescente

“Assim, pois, também agora, no tempo de hoje, sobrevive um remanescente segundo a eleição da graça.” Romanos 11:5

motor-home

Coluna Dom Antônio: Guarapari na contramão do turismo de bom nível tem lei proibindo motor homes

Anúncio

01.FOTO-DO-TEMA.jpeg

Coluna Entenda Direito – Seletividade penal e encarceramento: ‘Cadeia guarda o que o sistema não quis’

iriri_letreiro

Com arte e gastronomia, Iriri Paixão Capixaba segue até amanhã (21) em Anchieta

Programação começa sempre às 17h com shows e outras apresentações artísticas

Anúncio