Anúncio

Peça orçamentária 2019 vira Lei através da Câmara de Guarapari

Por Aline Couto

Publicado em 4 de fevereiro de 2019 às 19:08
Atualizado em 5 de fevereiro de 2019 às 18:24

Anúncio

O orçamento foi promulgado pela Casa de Leis na última sexta-feira (01) e será publicado amanhã (05) no Diário Oficial

Foto: Aline Couto.

A longa jornada da votação e promulgação do orçamento deste ano em Guarapari parece que chegou ao fim. Após ser devolvida pelo executivo na última sexta-feira, a peça orçamentária chegou às mãos do legislativo e foi promulgada pelo presidente da Casa, Enis Soares (PRB). A publicação no Diário Oficial dos Municípios do Espírito Santo deve acontecer nessa terça-feira, para em seguida o orçamento ser executado pela administração municipal.

“Ele (prefeito) fez o orçamento, nos cabe a capacidade de entender a matéria e fazer as alterações quando necessárias, e, ao presidente da Casa promulgar, torná-la Lei, caso o prefeito se recuse a fazê-lo. Isso foi feito e publicado, deve entrar no Diário amanhã. Estou muito feliz, essa Câmara entrou para a história”, explicou Marcos Grijó (PDT), membro da Mesa Diretora da Câmara de Municipal.

Foto: Aline Couto.

Segundo Grijó, o orçamento foi planejado e o executivo tem R$ 396 milhões para administrar Guarapari durante todo ano. “Todas as contas a pagar, investimentos, obras, pessoal, educação, saúde, assistência e saneamento estão previstos na peça. Caso ele precise, a Casa de Leis está à disposição para avaliar qualquer projeto que venha buscar recursos como está acontecendo hoje (04), são duas matérias, a questão do abono e do carnaval. Quando entender que não é legítimo, essa Casa vai recusar as matérias e fazer as ponderações”, explicou o parlamentar se referindo à sessão extraordinária que está marcada para a próxima quarta-feira (06) onde serão colocados em apreciação pedidos de suplementação do poder executivo. Abono aos servidores ativos, inativos e pensionistas públicos municipais e abertura de crédito adicional para o Carnaval Centro de Guarapari.

“A definição do orçamento chegou a esse ponto de “novela” pela falta de diálogo do prefeito, somos poderes diferentes, mas precisamos estar harmônicos. Ele não vai tirar nada disso (os pedidos da próxima sessão extraordinária) do orçamento nem dos 5% de suplementação que já tem. O que a gente acha importante e urgente votamos na hora, não vai faltar nada, nem pagamento nem medicamento se depender do orçamento. O prefeito vem gastando com coisas que não dão benefícios nenhum para a população de Guarapari, como o banheiro com ar condicionado e a gaiola na Praça de Muquiçaba. Estamos aqui para fiscalizar o dinheiro do povo da melhor forma”, concluiu o presidente da Câmara.

 

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

idosos vacina

Ação sem agendamento vai aplicar terceira dose de vacina da Covid em idosos de Guarapari

Ação acontecerá em formato drive-thru

chuva_2_2_0

Previsão de chuva e ventos intensos até amanhã (20) em Guarapari

Segundo o alerta, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas

Anúncio

Anúncio

Edital-Citação_UBU-01

Edital de Citação

vacina pfizer crianças

Aplicação da D1 e D2 contra a Covid-19 no ES pode ser realizada com vacinas diferentes

A autorização para a mudança na aplicação foi divulgada ontem (18) pelo secretário Nésio Fernandes

Anúncio

guarita

Após reunião sobre guarita desativada, vereador de Guarapari solicita encontro com secretários

Os moradores do Centro pedem a volta do funcionamento da guarita, vídeo monitoramento, guarda municipal e posto de apoio aos turistas

vacina-astrazeneca-868x644

Prefeitura de Guarapari abre agendamento para segunda dose de vacina da AstraZeneca

Anúncio