Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. 

Artigo: covid, omicron e pneumonia – como é passar quinze dias internado no Hospital Unimed

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 20 de março de 2022 às 09:00
Atualizado em 21 de março de 2022 às 16:28

Anúncio

Artigo: covid, omicron e pneumonia - como é passar quinze dias internado no Hospital Unimed
Foto: divulgação.

Tive a felicidade de ter boa orientação médica do Dr. Nilson Mesquita e ir para o Hospital Unimed de Vitória, já que Guarapari ainda não tem seu hospital de referência. Da recepção, fui encaminhado para a emergência, onde tive mais uma crise de tosse e falta de ar. Quase não conseguia falar! Como meu quadro não era bom, fui direto para a UTI.

Fui imediatamente medicado, passei a receber oxigênio pelo nariz e soro. Na consulta de internação, quando perguntado sobre que medicamentos tomava, esqueci de mencionar o Combodart para a próstata. Depois de dois dias não conseguia mais urinar, minha bexiga inchou e só passou com uma cânula, que liberou a passagem e aliviei.

Outra coisa que esqueci de levar foi uma placa de relaxamento intra oral, que uso ao dormir, para evitar o ronco e a perigosa apneia do sono. Depois de duas noites usando a máscara de respiração, passei outras duas passando mal e quase não conseguindo dormir. Tive mais outra crise, que só passou quando me trouxeram a bendita placa.

Artigo: covid, omicron e pneumonia - como é passar quinze dias internado no Hospital Unimed

Como ficava deitado direto na UTI, não evacuava. Fiquei assim cinco dias, justo eu que sou um relógio diário neste ponto. Quando relatei, me deram uma medicação que resolveu o problema.

Estas situações extras foram equacionadas e meu quadro que de início foi de pressão arterial 20 x 11 e oxigenação 85, com fraqueza e falta de ar, foi se normalizando para em uma semana, não ter mais sintomas, com acompanhamento especializado, vinte e quatro horas, debaixo de muita medicação dia e noite.

Em poucos dias estava normalizado a inacreditáveis 12 x 8 e oxigenação 95, desinchado e passando bem. Do medo que tive ao chegar, passei a ter confiança, tal a qualidade do atendimento que tive durante os oito dias de UTI e nos sete de quarto, para ter alta só com a certeza de estar curado e bem.

No período que estive internado, recebi atendimento de psicólogo, assistente social e até de um dentista, numa atenção que me deixou tranquilo e feliz por ter um plano de saúde da Unimed há vinte e cinco anos, que só com esta internação e desfecho, valeu por tudo o que paguei, muito tempo sem usar.

Artigo: covid, omicron e pneumonia - como é passar quinze dias internado no Hospital Unimed

Todos os dias, duas vezes por dia, recebi atendimento fisioterápico, mesmo quando ainda estava deitado e quando melhorei passou a ser sentado, para logo fazer caminhadas pelo corredor e exercícios num solário que me permitia sair do ar condicionado e respirar ar puro e tomar um pouco de sol.

Quando relatei uma hérnia inguinal que não pude operar durante a pandemia, me levaram para uma ecografia que avaliou risco e a seguir fui consultado por um especialista, que me indicou operar tão logo passasse esta fase de crise de insuficiência renal, que se agravou com meu quadro recente.

Como apresentava mãos e pés inchados, por conta do mau funcionamento dos rins, fui recomendado a fazer hemodiálise. Me colocaram um cateter e fiz cinco sessões de quatro horas cada, onde deixei cerca de dois litros de água em cada e me foi colocado um cateter para continuar fazendo.

Este procedimento simples me impressionou, pois já estava lúcido e fui levado a um centro cirúrgico de última geração, tipo aqueles de filme de médico americano. Tal imagem me transmitiu confiança, tanto que agora só vou querer ser atendido e operado no Hospital da Unimed.

Por tudo isso, impressiona a qualidade, atendimento e amor de toda a equipe, sem exceção, do Hospital Unimed de Vitória que recomendo como de primeiro nível, mais ainda considerando que morei quinze anos em São Paulo e trinta em Curitiba, onde qualidade é tudo!

Artigo: covid, omicron e pneumonia - como é passar quinze dias internado no Hospital Unimed

Bendita hora que fiz um plano de saúde com a Unimed, para mim e para meus vinte a trinta funcionários, em gratidão a uma cirurgia bem sucedida para a retirada de um tumor do tamanho de uma laranja do cérebro da minha mãe, que permitiu que ela vivesse mais vinte anos.

Vivo mais tranquilo tendo um plano de saúde Unimed, que recomendo!

*Antônio Ribeiro é administrador, com mais de vinte livros publicados nas áreas da saúde.

Mais de Antônio Ribeiro

mapa2-01-01

Coluna Dom Antônio: Mais vantagens para a via expressa interligando a ponte à Avenida Paris

WhatsApp-Image-2022-09-16-at-09.43.59

Coluna Dom Antônio: Guarapari pode ser modelo de voluntariado e mudar a vida de muitas pessoas no Brasil!

WhatsApp-Image-2022-09-09-at-09.00.07

Coluna Dom Antônio: Como destravar o turismo de Guarapari e do Espírito Santo?

bandeiras-br-es-guarapari-folhaonline

Coluna Dom Antônio: Como escolher um candidato que seja o melhor para Guarapari, Espírito Santo e para o Brasil?

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

feminicidio imagem

Artigo: Homicídio passional e a nova Lei do Feminicídio

título divulgação TSE

Consulta ao local de votação pode ser feita por meio do site do TSE

Anúncio

Anúncio

Man working on his laptop

Prefeitura de Alfredo Chaves oferece oficina gratuita para alavancar marketing digital

Captura de Tela (6)

Associação de Guarapari comemora a realização de mais de sete mil consultas médicas gratuitas

Anúncio

WhatsApp Image 2022-09-30 at 13.09.08

Governo do ES realiza entrega de veículos para MEPES, Alfredo Chaves foi um dos municípios beneficiados

titulo

Dois dias para as eleições 2022: confira os dados do eleitorado

Anúncio