Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Artigo: qual é a lembrança que os turistas levam de Guarapari?

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 10 de outubro de 2021 às 09:00
Atualizado em 11 de outubro de 2021 às 15:39

Anúncio

Fotos: Antônio Ribeiro.

Visitei os cinco mini shoppings da Praia do Morro: Praia Center, Beira Mar, Praia do Morro, Mar e Onda, passando loja por loja, para ver e perguntar o que os visitantes da Cidade Saúde mais gostam de levar.

Perguntava por souvenir e percebia que muitos não sabiam o que era. Achei que estava usando a palavra errada e fui ao dicionário: objeto que resgata memória de um destino turístico, associando bons momentos.

Para facilitar, passei a perguntar por lembrancinhas e aí ficou mais fácil. Talvez porque a maioria das lojas esteja abarrotada de coisas da China, do Paraguai ou da 25 de Março e pouca coisa de produção local.

O que mais encontrei foram camisetas, chinelos, canecos, copos, pratos, molduras para fotos, fronhas, toalhas e guardanapos bordados. Diferentes vi um marlim e conchas, escrito Guarapari na base.

Num só lugar encontrei as panelas de barro para fazer a famosa e deliciosa moqueca capixaba, que estão em vários pontos da entrada da cidade, em ofertas tentadoras para comprar três.

Para minha surpresa, o que não vi foram bonés, viseiras ou chapéus, sempre presentes em cidades turísticas. Também não encontrei nada sobre José de Anchieta, ícone do turismo local.

Senti falta de postais, livro ou revista sobre a cidade. Também não encontrei um mapa turístico ou folheto da cidade, sendo que a Secretaria de Turismo os tem em distribuição gratuita.

Com a riqueza do artesanato local, imagino que este seria o produto ideal para ser oferecido como lembrança da cidade, com alguma inscrição que o relacionasse: o coco por exemplo.

Algo poderia associar às três coisas mais procuradas pelos turistas: escunas, trenzinhos e bananas, afora haver lembrancinhas para comprar nos pontos de venda destes, relembrando os bons momentos.

Os que perderam emprego ou negócio com a pandemia, bem poderiam produzir coisas específicas relacionadas aos atrativos que agradam os que vem à Cidade Saúde.

Este é o momento ideal para começar a produção destes souvenirs ou lembrancinhas, já que estes itens são tradicionalmente mais vendidos nos meses da alta temporada.

Uma ideia para estes, seriam miniaturas da Fonte, das Ruínas, da Antiga Matriz, do Radium Hotel ou da Casa da Cultura, até para ativar o turismo a estes pontos.

Alguns artesãos passam o ano inteiro criando e produzindo sua arte, para depois venderem tudo nos meses de verão e nos feriadões.

Esta promete ser a melhor temporada dos últimos tempos!

Antônio Ribeiro é administrador pelo Mackenzie, especialista em Marketing pela PUC e MBA pela FGV.

Contato: [email protected]

Mais de Antônio Ribeiro

artigo-AR-Dino-2021-10-15-1

Artigo: mega empresário Dino Simões Pádua, verdadeiro cidadão guarapariense

antonio-ribeiro-absolute-town-e-mall-2021-10-01 (2)

Artigo: Guarapari do futuro começou com a construção o mega shopping Absolute

gramadao-2021-09-24

Artigo: há cinquenta anos gramado começava a despertar para turismo profissional

guara-de-ouro-gri-2021-09-18-2-1

Artigo: ser cidadão guarapariense; uma honra e um privilégio!

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

vacinação covid1

Covid-19: Guarapari realiza nova ação para aplicar D2 e D3 em diversos públicos

Confira grupos especificados pela PMG que receberão imunização

lancamento-creche-guarapari-2021-10-19

Prefeitura de Guarapari autoriza construção de creche em Itapebussu

A nova sede da CEMEI Tercília Astori Gobbi terá capacidade para atender mais de 350 alunos

Anúncio

Anúncio

3 dose idosos

ES antecipa para quatro meses a aplicação da D3 contra a Covid-19

A dose de reforço está sendo aplicada em pessoas com 60 anos ou mais que já tomaram a segunda dose de qualquer imunizante contra o coronavírus

Autoglass1

Autoglass oferece oportunidades de emprego em Guarapari

Anúncio

elcy-nunes-aarao-cover-2

Morre Elcy Nunes Aarão, ex vice-prefeito de Guarapari do início dos anos 90

obras-construcao-civil-sefaz

Espírito Santo é o Estado que mais investiu durante 2021

Informação aparece em relatório divulgado pelo Ministério da Economia

Anúncio