Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Bakoka’s: Uma lenda viva de Guarapari, a Cidade Saúde!

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 13 de setembro de 2020 às 09:00
Atualizado em 14 de setembro de 2020 às 15:27

Anúncio

Antônio Ribeiro (*)

Foto: Antônio Ribeiro

Depois de 35 anos à frente da casa de forró mais amada da cidade, talvez do Espírito Santo inteiro, passou o bastão ao novo sócio, João, mas continuou se ocupando do que mais gosta de fazer: atender bem ao público.

Coincidentemente neste ano está completando 75 anos de idade, Bodas de Diamante e 50 anos, Bodas de Ouro de casados com a professora e historiadora Ângela, com quem tem duas filhas e um filho, seus encantos.

Iniciou na vida com uma barbearia, que pela grande clientela lhe permitiu abrir duas lojas de roupa e uma fábrica de confecção, com a marca que ficou famosa na cidade: a Somália, também foram sucesso! 

Ângela e Bakoka. Foto: Antônio Ribeiro

Filho de militar e de família tradicional, Sodré, já com a vida feita, decidiu abrir o Bakoka’s, emprestando á casa noturna o seu apelido, para dar maior credibilidade e com ela estava até então.

Agora por uma destas coisas que não consigo entender em Guarapari, fechou a casa por um motivo triste, com promessa de reabrir em outro local de pois da pandemia, tendo o sócio João como diretor.

O motivo do fechamento é que com o Covid 19, teve que manter a casa fechada pela pandemia e o proprietário do imóvel, ao invés de interromper o aluguel, pediu o dobro do valor para renovar.

Totalmente lúcido e ativo, nosso ícone vai se dedicar a um novo projeto: um livro da esposa, a historiadora da cidade, para registrar aqueles que foram os melhores anos da antiga Guarapari.

Foto: Antônio Ribeiro

Por falar em história, a dele daria um livro à parte, que para ser contada, seria uma obra considerável, que tomaria grande parte do projeto e que por isso talvez fique para uma outra edição.

No enredo da história do Bakoka’s, a casa e a lenda, muitas festas de casamento, formaturas, aniversários de pessoas e empresas, sempre com show de produção e muito esmero.

Se fosse feita uma lista dos casais que se conheceram, namoraram e casaram na tradicional casa noturna do Bakoka’s, seria quilométrica. De aspecto circunspecto é reconhecida por todos sua habilidade em fazer amizades sinceras.

Desejo mais sucesso no novo projeto!

(*) Membro da AGLA – Academia Guarapariense de Letras e Artes.

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

crime em Gri

Crime em Guarapari: mulher foi amarrada e torturada antes de ser assassinada

Ana Paula da Silva Barbosa, de 52 anos, foi morta na noite de domingo (1); o marido dela também foi agredido e teve ferimentos na cabeça

Obras-orla-de-meiape-2021-08-03 (4)

Guarapari: carta aberta cobra respostas em relação a atraso de obra na Orla da Praia de Meaípe

Documento foi protocolado na Prefeitura de Guarapari pela Associação de Moradores do Bairro Meaípe

Anúncio

Anúncio

Tempo Integral ES1

Programa Capixaba incentiva implantação de Tempo Integral em escolas municipais

xepa vacina

Guarapari realiza ações de vacinação contra a Covid-19 e a gripe (Influenza)

As segundas doses de AstraZeneca e Coronavac serão aplicadas na quarta-feira (04) e as da gripe, na quarta e na quinta-feira (05)

Anúncio

revsol1

Parceria entre empresa e prefeitura beneficia estradas e ruas de localidades em Guarapari

A ArcelorMittal doará toneladas de Revsol para o município; as primeiras contempladas serão as localidades de Santa Arinda, Limão e Limãozinho

redução homicídios ES

Sete primeiros meses do ano acumulam redução de 5,7% nos homicídios no Espírito Santo

Anúncio