Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. 

Coluna Dom Antônio: Délio Simões Pádua, um dos primeiros empreendedores de Guarapari

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 4 de dezembro de 2022 às 09:00
Atualizado em 6 de dezembro de 2022 às 10:39

Anúncio

coluna antonio 03dez - <i>Coluna Dom Antônio:</i> Délio Simões Pádua, um dos primeiros empreendedores de Guarapari
Foto: arquivo pessoal

Nasceu em Viana, há 95 anos numa família de onze irmãos, que se reuniram no dia oito de novembro para celebrar a data, já que a maioria ainda está viva.

Em 1947 veio para Guarapari, porque o tio Valter Simões tinha um caminhão de levar romeiros e outros passeios ou serviços. Buzinava a Ave Maria.

Três anos depois de trabalhar com o tio, comprou seu próprio caminhão, adaptando para levar e trazer turistas ou encomendas para Vitória e Vila Velha.

Trocou-o por outro modelo FK 9 com cabine especial na qual viajou nove meses com a Lelete a bordo e aí veio o primeiro filho, terminando com as viagens.

Vendeu o caminhão, comprando um carro de praça (taxi), com o qual trabalhou mais no Radium Hotel, levando os turistas para conhecer a cidade.

Trocou o taxi numa Kombi, que adaptou para viagens mais longas, com a qual levava para o Rio e Belo Horizonte. Quando aparecia, levava defuntos.

Fez algumas viagens com romeiros para Aparecida e outras vezes para assistirem ao Programa do Chacrinha, que era o Faustão da época.

Três vezes virou o velocímetro com cem mil quilômetros. Só ele dirigia! Colocou teto especial feito por ele mesmo e cortinas para viagens longas.

Vendeu a Kombi para comprar uma grande serra em Ponta Grossa, que ele mesmo buscou. Para puxar a madeira tinha três juntas de boi.

Vendeu a serraria que funcionava no Aeroporto, para comprar um grande terreno e montar o Hotel Tropical, que de início era só lava jato.

Construiu o hotel com piscina, sauna e restaurante, que vendeu para o Luiz que era sócio do Hotel Coronado e funciona até hoje.

Montou outro hotel, o Star que saiu do zero. Foi o pioneiro com os passeios de escuna na Praça Trajano, que vendeu ao Toquinho.

Comprou um terreno na Jones do Santos Neves e outro na Praia do Morro, onde construiu edifícios de apartamentos para alugar.

Vendeu os apartamentos de um deles e o Collor tomou o dinheiro, se desiludindo com os negócios por conta deste duro golpe.

Construiu uma casa na Lagoa Funda, onde morou 22 anos, tempo em que os dois se aposentaram e mudaram de vida.

Aí se dedicaram aos três filhos Alberto, Cláudio e Beth, que fez Medicina, se especializou em oftalmologia e é minha médica.

Estas estórias de Guarapari darão um livro!

*Antônio Ribeiro é administrador de empresas pelo Mackenzie, especialista em Marketing pela PUC e Master Business Administration pela FGV, mestrado em Portugal e doutorado na Espanha. Autor de 47 livros já publicados e mais de 180 colunas sobre Guarapari.

Mais de Antônio Ribeiro

WhatsApp-Image-2024-04-12-at-10.23.12-1

Coluna Dom Antônio: Mais um Gigante do comércio guarapariense nos deixou

WhatsApp-Image-2024-04-05-at-10.06.22

Coluna Dom Antônio: Assassinato de árvores volta a acontecer em pleno Centro de Guarapari

hotel porto do sol pc drones

Coluna Dom Antônio: Empresário de visão enxerga oportunidades de grandes e bons negócios em Guarapari

canal guarapari 2023

Coluna Dom Antônio: Campanha para aumentar o consumo e a produção de peixes em Guarapari

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

20240416_223343545_iOS

Amigos e familiares se reúnem para momento de oração pela recuperação de Matheus Louzada

Criança de 3 anos está internada em estado grave

Publication-Newspaper.docx_page-0001

INTIMAÇÃO AUTORA: VERONICE BISPO XAVIER RÉU: DÁRIO MELO DA SILVA

Anúncio

Anúncio

WhatsApp Image 2024-04-17 at 10.00.58

Polícia prende homem que se passava por dentista em Guarapari

O consultório odontológico clandestino onde o homem atuava foi interditado e ele foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV)

WhatsApp Image 2024-04-15 at 08.55.48

Criança de Guarapari precisa de doação de sangue com urgência; veja como ajudar

Grupo de amigos e familiares irá realizar momento de oração na noite desta terça (16)

Anúncio

IMG_7712

Empresa retoma operação de estacionamento rotativo e cobra prefeitura de Guarapari por investimentos realizados

Serviço voltou a operar nesta terça após 30 dias de suspensão

titulo-de-eleitor-2024

Eleições 2024: prazo para regularizar título ou tirar primeira via termina em maio

Veja como consultar a situação eleitoral

Anúncio