Anúncio

Antônio Ribeiro escreve para o folhaonline.es aos domingos e, a cada semana, o colunista relaciona Guarapari ao tema do momento. Antônio é administrador de empresas, viveu em Porto Alegre, São Paulo e Curitiba, esteve em todos os estados brasileiros, a exceção de Acre, Roraima e Amapá, ministrou cursos em todos os países da América Latina, menos nas três Guianas, e escreveu o Guia de Férias e Feriadões.

Mini museu em Guarapari

Por Antônio Ribeiro

Publicado em 7 de fevereiro de 2021 às 09:00
Atualizado em 8 de fevereiro de 2021 às 14:06

Anúncio

Fotos: Antônio Ribeiro

Para ser um atrativo e ocupação aos que me visitam na Cidade Saúde, estou montando um museu de utilidades domésticas, que pelo ritmo das doações, bem pode vir a ser um museu de verdade.

De início comecei com as coisas que fui juntando durante a vida, já que sempre fui um colecionador nato, acrescidos de alguns itens que usei para decoração do meu apartamento em Curitiba.

Quando tinha cerca de cinquenta peças, coloquei-as em um balcão de vidro e comecei a mostrar aos que me visitam quase todos os dias. Nem preciso dizer que foi sucesso total e despertou interesse!

A partir daí comecei a pedir e receber doações de amigas e amigos, além de promessas de parentes, experimentando em um mês um rápido crescimento, logo ultrapassando cem unidades expostas.

Como nada cobro dos que se utilizam do ponto de apoio, veio-me a ideia de pedir a estes, doações já que a maioria é da terceira idade e muitos tem agora o motor home como sua casa.

Através destas peças, vamos conhecendo mais da história dos nossos antepassados, seus hábitos e costumes, bem como o modo de vida, em muitos casos até nos surpreendendo com o que usavam!

Com certeza colaborou para minha motivação, o trabalho de uma tia, minha madrinha, Maria Helena, que no Rio Grande do Sul ajudou a montar um museu há mais de 50 anos nas missões jesuíticas.

Dentre as raridades, tenho o primeiro celular, que pesava quase um quilo, uma filmadora com projetor super 8 e um telefone dos primeiros tempos, além de outros de fases mais recentes.

Como preciosidades, uma máquina de escrever portátil, das que usei nos primeiros livros, um rolo de massa com engrenagem, um maçarico e um lampião a querosene, que meu avô usava.

No ES não poderia faltar uma coleção de discos de vinil do Roberto Carlos e outra de disquetes de computador, onde estão os originais dos meus dez primeiros livros e um CD dos seguintes.

No mesmo ambiente estão minha coleção de conchas e outra de pedras do Espírito Santo, que penso ampliar com minhas coleções de postais, moedas, canetas e caixas de fósforos, todas com mais de 500 unidades cada.

Assim ocupo meu tempo e já preparo um legado para a cidade!

Antônio Ribeiro é membro da Academia Guarapariense de Letras e Artes.

Contato: [email protected]

As informações e/ou opiniões contidas neste artigo são de cunho pessoal e de responsabilidade do autor; além disso, não refletem, necessariamente, os posicionamentos do folhaonline.es

Anúncio

Anúncio

Veja também

MAPA_60_L1

Governo apresenta 60° Mapa de Risco com Guarapari, Anchieta e Alfredo Chaves em risco moderado

transparencia-fiscalizacao-corrupcao-lupa

Espírito Santo é o Estado mais transparente nos dados da vacinação contra Covid-19

Anúncio

Anúncio

obras Camurugi

Moradores de Guarapari aguardam obras em rua do Camurugi contemplada em 2020

Até o momento, o serviço de dragagem da vala foi realizado; a promessa da prefeitura é que a obra de drenagem e pavimentação fique pronta até o fim do ano

Sine de Anchieta tem 46 vagas para moradores da região e oportunidades para Guarapari

As vagas são para os níveis fundamental, médio, técnico e superior

Anúncio

bazar_edicao_1

Projetos sociais de Guarapari realizam ações de solidariedade neste sábado (19)

Ações de bazar beneficente e cabide solidário visam ajudar famílias necessitadas de Guarapari

vacina_covid_guarapari_90

Guarapari abre agendamento da segunda dose de Coronavac para idosos acima de 60 anos

Anúncio