Anúncio

O uso de imóveis residenciais para hospedagem

Por Redação Folhaonline.es

Publicado em 24 de agosto de 2019 às 15:00
Atualizado em 24 de agosto de 2019 às 12:48

Anúncio

Por Kymbille Larissa Lopes Siqueira (*) advogada – OAB/ES 26.581

O uso de imóveis residenciais para hospedagem

Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas.

A locação de imóveis para temporada em cidades turísticas tem se tornado cada vez mais frequente. Contudo, é preciso avaliar até que ponto o aluguel por curto período de imóveis que compõem um condomínio seria legítimo, uma vez que o exercício pleno da propriedade encontra também limitações legais. Como se diz popularmente: “o seu direito termina onde começa o do outro”.

Tais limitações não se tratam de atribuir ilicitude à conduta de locar determinada unidade ou ocupá-la pelo número de pessoas que julgar conveniente, seja a título gratuito ou oneroso, mas do respeito mútuo à rotina do condomínio e à sua natureza, já que é dever de todo condômino, dentre outros, observar a finalidade da edificação, respeitar o sossego, a saúde e a segurança dos demais condôminos.

Assim, o que eventualmente pode desobedecer a legislação é a mudança de finalidade da edificação, uma vez que, frequentemente os proprietários se utilizam de imóveis exclusivamente residenciais para hospedagem de pessoas, em periodicidade diária e com fins lucrativos, acarretando, além de numerosos conflitos de vizinhança, riscos de segurança aos demais coproprietários, diante da mercantilização da hospedagem domiciliar e da intensa rotatividade de pessoas.

Por esta razão, muitos condomínios têm adotado, legitimamente, a vedação da locação por diária, na qual há um intenso fluxo de pessoas estranhas ao condomínio, pois a descaracterização da destinação que cabe a copropriedade pode levar a prejuízos ao condomínio e aos seus membros, diante da possibilidade de se criar um verdadeiro “hotel clandestino”, o que além de levar a riscos, tal como já mencionado, traz custos típicos da atividade hoteleira e dissociados da natureza exclusivamente residencial.

Portanto, o exercício do direito da propriedade por meio da locação temporária irrestrita, atrelado ao desvio da finalidade do edifício e a existência, em alguns casos, de encargos extras ao demais condôminos, é suficiente para autorizar a proibição ou limitação da locação por diárias pelo condomínio, através da edição de Regimento Interno ou alteração, quando necessário, da Convenção Condominial, sujeitando todos ao seu fiel cumprimento.

O uso de imóveis residenciais para hospedagem

 

(*) Kymbille Larissa Lopes Siqueira (OAB 26.581/ES)
– Advogada Associada no escritório Ferreira & Goulart Advocacia e Consultoria Jurídica. Pós-graduada em Direito Civil e Direito Processual Civil. Presidente da Comissão da Jovem Advocacia – OAB Jovem da 4ª Subseção da OAB/ES.

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

painel-covid-confirmados

Mais de 7.900 casos confirmados de Covid-19 em Guarapari

As informações são do Painel Covid-19, atualizado pela Secretaria de Saúde do Governo do Estado do Espírito Santo

WhatsApp-Image-2021-01-22-at-14.16.10

Representantes do Turismo de Guarapari apresentam propostas para secretário estadual

Segundo o secretário, Dorval Uliana, as estratégias são importantes para retomar o avanço da economia local

Anúncio

Anúncio

comercio-av_roberto-calmon

Comércio pode optar por funcionar durante Carnaval em Guarapari

Expectativas de vendas para estabelecimentos que optarem por abrir no período são altas.

lorenzutti-onibus-passagem-tarifa

Conselho aprova tarifa de R$3,80 em Guarapari; valor segue para sanção do prefeito

Reunião aconteceu hoje (22) no Núcleo de Tecnologia da Secretaria Municipal de Educação

Anúncio

ICEPi-1-medico-saude-marca

Saúde: Qualifica-APS tem 387 vagas para formação e atuação na Atenção Primária

As inscrições tiveram início nesta quinta-feira (21) e vão até as 16h do dia 29 de janeiro.

qualificar-es

Qualificar ES oferta 30 vagas em cursos gratuitos para Guarapari

Cursos ofertados em Guarapari são para Assistente Administrativo ou Auxiliar de Estoque e Armazenamento

Anúncio