Anúncio

Prefeitura de Guarapari responde vídeo de vereador a respeito da obra na Prainha de Muquiçaba

Por Aline Couto

Publicado em 28 de fevereiro de 2020 às 13:00
Atualizado em 12 de maio de 2020 às 17:24

Anúncio

O vereador Marcos Grijó questionou os gastos e a demora na entrega da obra na orla

Foto: Reprodução.

A prefeitura de Guarapari respondeu as perguntas feitas ao órgão após a publicação de um vídeo gravado pelo vereador de Guarapari, Marcos Grijó (PDT)  onde o parlamentar questiona a demora na entrega da obra de revitalização da Prainha de Muquiçaba e o valor gasto no local.

De acordo com Grijó, a obra, que iniciou em fevereiro de 2018 com previsão de entrega em um ano, já acontece há dois anos e foi aditivado R$ 350 mil no valor inicial. O vereador alegou que o valor gasto na revitalização está chegando perto dos R$ 2 milhões e que no momento a obra está parada aguardando a contratação de uma nova empresa. A responsável pela obra era a Forte Prestações de Serviços LTDA EPP.

Em resposta, a Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop) informou que o município somente realiza pagamento de serviço excetuado, e a empresa recebeu o equivalente a 48% do contrato, R$792.225,18, sendo que o contrato total era de 1.634.883,11, mas a empresa não executou todo o serviço, ou seja, o valor levantado pelo vereador não procede.

A Semop comunicou ainda que, tendo em vista a grande morosidade na execução por parte da empresa e problemas durante a execução da obra, o município está em processo de rescisão contratual da mesma. Após a rescisão, o município dará continuidade nos procedimentos visando à conclusão das obras.

 

É proibida a reprodução total ou parcial de textos, fotos e ilustrações, por qualquer meio, sem prévia autorização do FolhaOnline.es.

Tags:

Anúncio

Anúncio

Veja também

ondas

Previsão de ondas de até 5 metros e ventos que podem chegar a 75 km/h no ES

vacina pfizer crianças

ES espera aval da Anvisa para vacinar crianças a partir de 3 anos contra Covid-19

O secretário de Saúde afirmou que a expectativa do governo é que a Sinovac e a Pfizer apresentem a documentação necessária para liberação da vacinação desse público até dezembro

Anúncio

Anúncio

vacinação adolecente

Guarapari vacinará adolescentes a partir dos 12 anos; o agendamento acontece hoje (21)

falta-de-agua-e-um-problema-politico-2-1024x683-1024x585

Bairros de Guarapari terão abastecimento de água paralisado nessa terça-feira (21)

Anúncio

Meninos Adalberto (2)

Projeto social que acolhe crianças e adolescentes precisa de apoio em Guarapari

vacinas es

Espírito Santo recebe primeiro lote da Coronavac adquirido com recursos próprios

Anúncio